Blog

Energia solar ajuda famílias a diminuir custos com a conta de energia

Com o fato de as pessoas terem de permanecer em casa por conta da quarentena estipulada pelas autoridades devido à pandemia, algumas famílias viram o custo da conta de energia aumentar. Mas não se intimidaram e decidiram trocar essa situação entrando em um financiamento de energia renovável. 

Segundo o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), o brasileiro chega a gastar mais de 20% do salário mínimo para pagar a conta de luz. Trata-se de uma alta porcentagem, ainda mais em momentos em que a economia passa por uma crise. 

E uma pesquisa desenvolvida pela Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia (Abraceel), em parceria com o Ibope em agosto de 2019, indicou que 87% dos consumidores consideram a conta de energia cara, número que subiu 4% em relação ao ano passado. Aqueles que consideram excessivos os impostos cobrados em sua conta de luz são 65%, e 64% disseram que o esforço para economizar energia para não atrapalhar o orçamento familiar. Para 57% da população ouvida na pesquisa, o custo da energia cairia, caso houvesse abertura do mercado. 

O brasileiro está tendo a oportunidade de conhecer alternativas e até mesmo produzir a própria energia, que pode chegar a uma economia de até 95% na conta. Ainda de acordo com a pesquisa feita pelo Ibope em parceria com a Abraceel foi visto que aqueles que puderam optar economizaram cerca de R$ 185 bilhões nos últimos 16 anos.

A Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR) mantém um levantamento desde 2012 em que demonstra que os investimentos privados acumulados em sistemas de energia solar em residências ultrapassam R$ 4,2 bilhões no Brasil. As moradias brasileiras representam 72,6% de todos os sistemas de geração distribuída solar fotovoltaica, de um total de mais de 210 mil conexões espalhadas por mais de 81% dos municípios do Brasil.

 

Autor: Portal Solar

Mais publicações